Animando o dia

Recebi por e-mail:

Dois amigos num bar, depois de alguns copos:

– Se por exemplo, eu comesse a tua mulher, continuaríamos amigos?

– Não!

– Bem, mas ficaríamos companheiros, não?

– Não!

– Hum…! Ficaríamos inimigos?

– Não!

– Ai, cacete!…Então deixaríamos de nos falar, é assim ?

– Não!

– Pô, merda! Então ficaríamos como?

– QUITES!!!! FICARÍAMOS QUITES!!!

Playstation 3. Propaganda enganosa ?

Na Times nos últimos dias, Seth Schiesel não poderia ser mais negativo em relação ao recém-lançado PlayStation 3. Já começa acertando a canela. A Sony falhou em cumprir o que prometia.

Segundo o articulista, apesar do preço e do anúncio de gráficos estonteantes, o PS3 não exibe imagens melhores que o Xbox 360. Schiesel declarou ter gasto mais de 30 horas usando o PlayStation 3 e jogado pelo menos 13 jogos. E o sentimento foi de decepção.

Doze minutos após tirar meu Xbox 360 da caixa já havia criado meu nickname. Achei muito fácil. Nunca senti isso usando o PS3 ? Criticou. Sobraram mais críticas ao sistema on-line da Sony, do gerenciamento das músicas à loja on-line da Sony (parece uma página lenta da internet). Para se ter uma idéia, no sistema da Sony, lentíssimo, o usuário não consegue baixar arquivos enquanto joga. No Xbox, além de existir esse recurso, se o console for desligado, retomará o download de onde parou.

Para o jornalista, o PlayStation 3 não consegue andar e mascar chiclete ao mesmo tempo. O motivo disso seria o fato da Sony ter se esforçado muito em dar potência gráfica para o videogame, mas ter se esquecido que circuitos não fazem as pessoas sorrirem.

Para terminar, Schiesel compara a trajetória de Microsoft e Sony nas últimas décadas e afirma que as duas trocaram de papel. A Microsoft saiu de sua cultura PC para criar um videogame amigável, fácil de usar. E a Sony, criadora do Walkman, parece ter perdido a mão. E deixou um recado no final: a Sony ainda tem muito trabalho pela frente.

Ps3

Depilação masculina ? Ninguém merece

Recebi por e-mail. Minha esposa que mandou.. Ri bastante

Estava eu assistindo tv numa tarde de domingo, naquele horário em que não se pode inventar nada o que fazer, pois no outro dia é segunda-feira, quando minha mulher deitou do meu lado e ficou brincando com minhas “partes”. Após alguns minutos ela veio com a “brilhante” idéia: Por que não depilamos seus ovinhos, assim eu poderia fazer “outras coisas” com eles.
Aquela frase foi igual um sino na minha cabeça. Por alguns segundos fiquei imaginando o que seriam “outras coisas”. Respondi que não, que doeria coisa e tal, mas ela veio com argumentos sobre as novas técnicas de depilação e eu, imaginando as “outras coisas”, não tive mais como negar. Concordei.
Ela me pediu que ficasse pelado enquanto buscaria os equipamentos necessários para tal feito. Fiquei olhando para TV, porém minha mente estava vagando pelas novas sensações que só despertei quando ouvi o beep do microondas. Ela voltou ao quarto com um pote de cêra, uma espátula e alguns pedaços de plástico. Achei meio estranho aqueles equipamentos, mas ela estava com um ar de “dona da situação” que deixaria qualquer médico urologista sentindo-se como residente. Fiquei tranqüilo e autorizei o restante do processo. Pediu para que eu ficasse numa posição de quase-frango-assado e liberasse o acesso à zona do agrião. Pegou meus ovinhos como quem pega duas bolinhas de porcelana e começou a passar cêra morna. Achei aquela sensação maravilhosa!!
O Sr. Pinto já estava todo “pimpão” como quem diz: “sou o próximo da fila”!! Pelo início, fiquei imaginando quais seriam as “outras coisas” que viriam.
Após estarem completamente besuntados de cêra, ela embrulhou ambos no plástico com tanto cuidado que eu achei que iria levá-los para viagem. Fiquei imaginando onde ela teria aprendido essa técnica de prazer: Na Thailândia, na China ou pela Internet mesmo? Porém, alguns segundos depois ela esticou o saquinho para um lado e deu um puxão repentino.
Todas as novas sensações foram trocadas por um sonoro PUUUUTA QUEEEE ME PARIUUUUUUU quase falado letra por letra.
Olhei para o plástico para ver se o couro do meu saco não tinha ficado grudado. Ela disse que ainda restavam alguns pelinhos, e que precisava passar de novo. Respondi prontamente: Se depender de mim eles vão ficar aí para a eternidade!! Segurei o Dr. Esquerdo e o Dr. Direito com as duas mãos, como quem segura os últimos ovos da mais bela ave amazônica em extinção, e fui para o banheiro. Sentia o coração bater nos ovos. Abri o chuveiro e foi a primeira vez que eu molhei o saco antes de molhar a cabeça. Passei alguns minutos só deixando a água gelada escorrer pelo meu corpo. Saí do banho, mas nesses momentos de dor qualquer homem vira um bebezinho novo: faz merda atrás de merda. Peguei meu gel pós-barba com camomila “que acalma a pele”, enchi as mãos e passei nos ovos. Foi como se estivesse passado molho de pimenta. Sentei no bidê na posição de “lava xereca” e deixei o chuveirinho acalmar os Drs, peguei a toalha de rosto e fiquei abanando os ovos como quem abana um boxeador no 10° round. Olhei para meu pinto. Ele, coitado, tão alegrinho minutos atrás, estava tão pequeno que mais parecia irmão gêmeo de meu umbigo.
Nesse momento minha mulher bate à porta do banheiro e pergunta se estava passando bem. Aquela voz antes tão aveludada e sedutora ficou igual uma gralha . Saí do banheiro e voltei para o quarto. Ela estava argumentado que os pentelhos tinham saído pelas raízes, que demorariam voltar a nascer. “Pela espessura da pele do meu saco, aqui não nasce nem penugem, meus
ovos vão ficar que nem os das codornas “, respondi.
Ela pediu para olhar como estavam. Eu falei para olhar a meio metro de distância e sem tocar em nada e se ficar rindo vai entrar na PORRADA!! Vesti a camiseta e fui dormir (somente de camiseta). Naquele momento sexo para mim nem para perpetuar a espécie humana.
No outro dia pela manhã fui me arrumar para ir trabalhar. Os ovos estavam mais calmos, porém mais vermelhos que tomates maduros. Foi estranho sentir o vento bater em lugares nunca antes visitados. Tentei colocar a cueca, mas nada feito. Procurei alguma cueca de veludo e nada. Vesti a calça mais folgada que achei no armário e fui trabalhar sem cueca mesmo. Entrei na minha seção andando igual um cowboy cagado. Falei bom dia para todos, mas sem olhar nos olhos. E passei o dia inteiro trabalhando em pé com receio de encostar os tomates maduros em qualquer superfície. Resultado, certas coisas devem ser feitas somente pelas mulheres. Não adianta tentar misturar os universos masculino e feminino.

Ainda dói!

Fonte desconhecida.

Teste de ética ?

Talvez seja old, mas recebi a pouco tempo:

Você é ético ? Este é um teste para sua auto-avaliação.
Responda a pergunta final com sinceridade e então poderá auto-avaliar sua moral.Trata-se de uma situação imaginária. Você deve decidir sobre uma atitude a  ser tomada
baseada em duas alternativas possíveis.
Caso: Você está em São Paulo, em meio aos terríveis momentos de enchentes que normalmente ocorrem na cidade em épocas de chuvas mais intensas. Você é um repórter fotográfico
que trabalha para a CNN e está desesperado em meio ao caos (pessoas pedindo socorro, carros sendo arrastados pela correnteza) e tirando as fotos mais impactantes. A água cobre a principal via de trânsito e envolve pessoas e veículos. De repente, em meio ao caos, você vê num jipe: o Lula, o José Dirceu, o Delúbio, o Roberto Jeferson e o Garotinho e o rakz também (um cheater de dod).
Eles lutam, desesperadamente, para não serem arrastados pela correnteza, que segue direta para um enorme buraco que a tudo engole, entre lama, lixos, pedras. Eles estão sendo arrastados
inexoravelmente e você tem a oportunidade única de resgatá-los.

Mas tem também a oportunidade única de tirar uma fotografia jornalística, seguramente ganhadora do Prêmio Puzlitzer, que te faria famoso no mundo inteiro, ao mostrar o flagrante inédito da morte de tão famosos políticos. Não dá para titubear e nem fazer as duas coisas: salvar e fotografar.

Pergunta: Baseado em seus princípios éticos, religiosos e morais, na fraternidade e solidariedade humanas, que devem ser o forte das pessoas generosas, responda sinceramente: VOCÊ FARIA A FOTO EM PRETO E BRANCO OU COLORIDA?

Por favor, esboce um sorriso amarelo.

By Bud no fórum da CBD

Da série : Não tenho mais nada p/ fazer

Realmente eu me espanto como tem pessoas que realmente enchem o youtube de besteira. Assim como também tem um monte de blogueiros que apenas enchem o seus blogs com babozeiras e besteiras de tudo quanto é tipo e tamanho…. hehehe … Quando tinha um blog no Weblooger (http:\\www.leocastilho.weblogger.com.br), lia tantos blogs, mas tantos, que até ficava imaginando a pessoa do outro lado do blog postando. Hoje sou mais tranquilo nesse aspecto, pois leio poucos e mesmo assim de bobeiras ou pessoal, apenas uns 2, restante todos relacionados com tecnologia ou blogs de Cios de algumas empresas.

Mas segue aew um absurdo de perda de tempo. A segunda parte é mais legalzinha, mas mesmo assim tem de estar bem louco e ser nerd demais para curtir.

Bola ?? Futebol ?? Eu ??

Hoje foi um dia diferente. Decidi jogar bola em um aniversário que acontece todo ano de um amigo do trampo de minha esposa, o Edvaldo. Cara gente finíssima e bem disposto a tudo, sempre camarada e a pessoa. Todos os anos promove uma festa regada a cerveja e carne onde antes tem um joguinho em uma quadra de society. Decidi ir nesse ano mesmo sabendo que não jogava bola a uns 2 anos, e mesmo assim foi apenas uma vez isolada onde na penúltima eu ainda devia estar com 18 anos. Em suma fazem fácil uns 10 anos que não jogo bola e estou animadão para voltar a jogar a um tempo.

Não posso dizer que jogo ruim, mas tb não posso dizer que arrebento. Mas tenho um pouco de talento sim, o que não tenho é forma física e minha barriga ainda só atrapalha. A cada lançamento que eu recebia era um tormento para voltar. Mas aguentei 30 minutos sem parar e descansei uns 10. Depois peguei firme mais 30 minutos e para mim foi uma vitória, pois pesnseiq ue não ia correr nem 5 minutos. Fiz 3 gols dentro os quais um deles foi um espetáculo a lá Ronaldinho. Bpla veio do goleiro em um chute para o contra-artaque, disputei a mesma de cabeça com um meia e a bola sobrou na minha frente, dei uma virada de corpo e limpei um e o outro eu tropecei na bola e ela passou do lado dele..abri e chutei… e só corri para galera…. até o goleiro falou com ele mesmo: Esse cara não vai aguentar a corrida e vai cair… hehehe…

Mas como eu disse foi um dia para liberação de efredina no corpo, esmo que com injeão de adrenalina futebolística, estou no gás de jogar todo final de semana. Só me resta saber agora quais os músculos que nem sei o nome que vão doer durante essa semana.

Video de uma jogadas parecida com as minhas… claaarrooo.. sem a minha categoria, mas dá para ter uma idéia do meu talento nato.

Chimpanzés patinadores

Não queria manifestar nenhum comentário nesse blog sobre o ocorrido (acidente com o airbus da TAM em São Paulo), mas sou obrigado a postar isso:

“O que um secretário de Turismo, uma procuradora do estado e um deputado do interior da Bahia podem saber sobre segurança aérea? Eu me sentiria mais seguro se seus cargos na Anac fossem ocupados por
chimpanzés patinadores”

Onde está Lula? Lula está de cama. Duzentas pessoas morreram no acidente da TAM. No dia seguinte, Lula preferiu ficar em repouso, de olhos fechados, de barriga para cima, depois de sofrer uma cirurgia
cosmética.
Sobre os 200 mortos do acidente da TAM, ele se calou. Ele se escondeu. Assim como se calou e se escondeu quando foi vaiado nos Jogos Pan-Americanos. Pode-se argumentar que Lula, o Churchill de Garanhuns, melhor calado do que falando. Mas é temerário ter um presidente que sempre amarela na hora do aperto.

Ao ser reeleito, em outubro do ano passado, Lula declarou que continuaria a governar para os mais pobres. No setor aéreo, isso se traduziu num descaso criminoso que culminou com os 200 mortos do
acidente da TAM, independentemente das falhas do aparelho. O eleitorado de Lula é formado por gente que nunca voou. Quem morre em acidente aéreo é aquela parcela minoritária dos eleitores que sente ojeriza por ele. Na China, Mao Tsé-tung puniu a burguesia obrigando-a a trabalhar em fábricas e em campos de arroz. No Brasil, a luta de classes lulista puniu a burguesia transformando os jatos da Airbus em paus-de-arara.

Os pilotos apelidaram a pista principal do Aeroporto de Congonhas de “Holiday on Ice”. Isso significa que os passageiros assumiram o papel de chimpanzés patinadores. A Anac autorizou a reabertura da pista antes que sua reforma fosse concluída. A Anac é o retrato perfeito da pilhagem lulista. Milton Zuanazzi, seu presidente, fez carreira como secretário de Turismo do Rio Grande do Sul. A melhor credencial que ele tem para ocupar o cargo é a carteirinha do PT. Uma das diretoras da Anac, Denise de Abreu, era assessora jurídica de José Dirceu na Casa Civil. Outro diretor da Anac, Leur Lomanto, é ligado a Geddel Vieira Lima e, alguns anos atrás, foi acusado de negociar vantagens para se filiar ao PMDB. O que um secretário de Turismo, uma procuradora do estado e um deputado do interior da Bahia podem saber sobre segurança aérea? Pergunte ao Lula, quando ele decidir sair da cama. Eu me sentiria mais seguro se seus cargos na Anac fossem ocupados por chimpanzés patinadores.

Em abril, sete meses depois do acidente da Gol, enquanto os deputados do PT tentavam abafar a CPI Aérea, Lula se reuniu sorrateiramente com Carlos Wilson num hotel do Recife. Carlos Wilson presidiu a Infraero no primeiro mandato de Lula e é lembrado por ter reformado os aeroportos com os azulejos da Oficina Brennand, de propriedade de sua mulher. É o modelo de moralidade lulista: sobra dinheiro para os azulejos, mas para os radares e o grooving. Outro modelo de moralidade lulista é Luis Fernando Verissimo. Ele disse que prefere ficar calado diante das “mutretas” do lulismo porque teme ser confundido com os reacionários. É o mesmo argumento usado pelos stalinistas para acobertar os crimes do comunismo. Pode roubar, desde que seja para combater o inimigo. Pode matar? Pode, sim. Só uns 200 reacionários de cada vez.

Diogo Mainardi – Revista Veja