Treino modificado

Ainda estou adaptando o meu treino, mas o legal de tudo isso é que minha esposa voltou a treinar. Está agora apenas com cargas e fazendo um treino AB 5x na semana. Meio puxado, pois eu saí do arroz com feijão e já coloquei exercícios para deixar os músculos saturados, então com uma alimentação legal, que já está sendo arrumada, vai produzir músculos rápido e assim queimar a gordura mais rápido.

O ruim é que está deixando alguns dias sem fazer nesse meio tempo tem de forçar alguns treinos e deixa ela esgotada, mas assim que se adaptar ela vai estar tinindo.

O meu treino acabou sendo sacrificado, mas é até bom, pois estou fazendo um treino mais pesado e mais rápido. Ontem mesmo eu fiz apenas ombro. Então mandei um trisite aumentando peso de 3×15 de cada exercício (elevação frontal + desenvolvimento com halteres + elevação lateral) aew mandei logo em seguida desenvolvimento bem pesado e com o Ombro esgotado da triset e mandei depois elevação lateral concentrada e ombro posterior no pegdeck invertido.

Em suma um treino bem pesado e constante.

Bom vendedor

É meio velhinha, mas muito boa de ser lembrada.

Um garotão inteligente, vindo da roça, candidatou-se a um emprego numa grande loja de departamento. Na verdade, era a maior loja de departamentos do mundo. Tudo podia ser comprado ali.O gerente perguntou ao rapaz:
– Você já trabalhou alguma vez?
– Sim, eu fazia negócios na roça.
O gerente gostou do jeitão simplório do moço e disse:
– Pode começar amanhã. No fim da tarde venho ver como se saiu.
O dia foi longo e árduo para o rapaz. Às 17h30 o gerente se acercou do novo empregado para verificar sua produtividade e perguntou:
– Quantas vendas você fez hoje?
– Uma!
– Só uma? A maioria dos meus vendedores faz de 30 a 40 vendas por dia. De quanto foi a sua venda?
– Dois milhões e meio de reais.
– Como conseguiu isso???
– Bem, o cliente entrou na loja e eu lhe vendi um anzol pequeno, depois um anzol médio e finalmente um anzol bem grande. Depois vendi uma linha fina de pescar, uma de resistência média e uma bem grossa, para pescaria pesada. Perguntei onde ele ia pescar e ele me disse que ia fazer pesca oceânica. Eu sugeri que talvez fosse precisar de um barco, então o acompanhei até a seção de náutica e lhe vendi uma lancha importada, de primeira linha. Aí eu disse a ele que talvez um carro pequeno não fosse capaz de puxar a lancha e o levei à seção de carros e lhe vendi uma caminhonete com tração nas quatro rodas.
Perplexo, o gerente perguntou:
– Você vendeu tudo isso a um cliente que veio aqui para comprar um pequeno anzol?
– Não, senhor. Ele entrou aqui para comprar um pacote de absorventes para a mulher, e eu disse:
– “Já que o seu fim de semana está perdido, por que o senhor não vai pescar?”

A inteligencia na verdade.

Uma Senhora muito distinta estava em um avião vindo da Suíça. Vendo que estava sentada ao lado de um padre simpático, perguntou:

– Desculpe-me, padre, posso lhe pedir um favor?

– Claro, minha filha, o que posso fazer por você?

– É que eu comprei um novo secador de cabelo sofisticado, muito caro. Eu realmente ultrapassei os limites da declaração e estou preocupada com a Alfândega. Será que o Senhor poderia levá-lo debaixo de sua batina?

– Claro que posso, minha filha, mas você deve saber que eu não posso mentir!

– O Senhor tem um rosto tão honesto, Padre, que estou certa que eles não lhe farão nenhuma pergunta. E lhe deu o secador.

O avião chegou a seu destino. Quando o padre se apresentou à Alfândega, lhe perguntaram:

– Padre, o senhor tem algo a declarar?

O padre prontamente respondeu:

– Do alto da minha cabeça até a faixa na minha cintura, não tenho nada a declarar, meu filho.

Achando a resposta estranha, o fiscal da Alfândega perguntou:

– E da cintura para baixo, o que o Senhor tem?

– Eu tenho um equipamento maravilhoso, destinado ao uso doméstico, em especial para as mulheres, mas que nunca foi usado.

Caindo na risada, o fiscal exclamou:

– Pode passar, Padre! O próximo…

MORAL DA HISTÓRIA:

A inteligência faz a diferença. Basta escolher as palavras certas, no momento certo.

Dificil achar imagem engraçada de padre na net. Sempre tem pedofilia envolvida. Pq será? …. hehehhe

Segue uma bobinha, e qs inocente.

Rodízio

Enquanto isso, no rodízio…

– Estômago: – Cara, manera aê com o que vai comer. Essa semana foi foda. Manda uns vegetais pra dentro, porque as coisas no intestino estão feias.

Primeiro prato (800g): Arroz, feijoada, cupim, picanha, coração de galinha e tomate.

– Estômago: – Tá de sacanagem, né? Duas rodelas de tomate? E essas carnes mal-passadas? Pelo menos mastiga direito essa porra.

Segundo prato (550g): Arroz, costela, picanha, alcatra e salada de maionese.

– Estômago: – Chega de carne, cara, não cabe mais nada aqui. Lembra daquela úlcera? Tá faltando pouco pra cicatriz abrir. Tu quer fuder com tudo, né ? Manda um pouco de água.

Bebida: Coca-Cola 600ml

– Estômago: – Seu imbecil, eu falei um pouco de água.
– Eu: – Ué, Coca-Cola tem água. E ainda ajuda a dissolver a carne.
– Estômago: – Coca-cola tem o inferno dentro, porra. Tá fudendo aqui com o suco-gástrico.
– Esposa: – Amor, com quem você tá falando?
– Eu: – Nada, não, tô pensando alto.

Sobremesa: 300g de pudim.

– Estômago: – Eita porra, cabe mais não. Tá ouvindo?
– Intestino: – O que tá acontecendo aí em cima? Que zona é essa?
– Estômago: – O cara tá empurrando comida. Agora veio pudim pra dentro. Não sei mais o que fazer.
– Intestino: – Vamos mandar direto.
– Estômago: – O quê?
– Intestino: – É isso aí, operação descarga.
– Estômago: – Cara, o cérebro não vai gostar.
– Intestino: – Foda-se o cérebro, ele nunca veio aqui em baixo pra saber como são as coisas.
– Estômago: – Vamos dar mais uma chance pra ele. Eu acho que ele não vai mais…

Bebida 2: Cafezinho.

Estômago – Filho de uma puta. Vou explodir.
Intestino – Operação descarga iniciando. Anda, libera o canal do duodeno que eu já tô conversando com o esfíncter.
Coração – Que que tá havendo aí embaixo? A adrenalina tá aumentando muito.
Intestino – Operação descarga.
Coração – Quem autorizou isso? O cérebro não me mandou nada.
Estômago – Foda-se aquela geléia! Nem músculo tem.
Intestino – É isso aê, foda-se essa géleia inútil. Vinte segundos pra abrir o esfíncter anal. Quero ver o ânus arder com esse suco gástrico.

Esposa – Amor, você tá passando bem? Tá suando todo, aonde você vai?
Eu – Preciso ir ao banheiro, urgente. Paga a conta e me espera no carro.
Esposa – O que você comeu?
Eu – Não sei. Acho que foi o tomate.

O rei

É indiscutível para todos que treinam que a velha geração treinava pesado e tinham muito menos informação que temos hoje, e indiscutível que no meio de todos que treinavam para valer naquela época, sendo para participar de campeonatos ou não, Arnold era o rei.

Segue vídeo da ultima competição do Rei, no filme Pumping Iron, onde vemos  a forma antiga de treino e vemos os resultados. Gosto sempre de ver esse filme, tenho ele com legenda e tudo em casa e serve de exemplo para ver que o trivial funciona bem melhor que as invenções de angulos e mais angulos dos aparelhos novos. Certo que sabemos que podem trazer resultados mais rápido ou suprondo deficiencias que antes eram grandes nos corpos dos bodybilders daquela época.

Falei demais, segue vídeo:

Sabedoria do cachorro velho

Uma velha senhora foi para um safari na África e levou seu velho vira-lata com ela. Um dia, caçando borboletas, o velho cão, de repente, deu-se conta de que estava perdido.
Vagando a esmo, procurando o caminho de volta, o velho cão percebe que um jovem leopardo o viu e caminha em sua direção, com intenção de conseguir um bom almoço ..
O cachorro velho pensa:

-‘Oh, oh! Estou mesmo enrascado ! Olhou à volta e viu ossos espalhados no chão por perto. Em vez de apavorar-se mais ainda, o velho cão ajeita-se junto ao osso mais próximo, e começa a roê-lo, dando as costas ao predador .

Quando o leopardo estava a ponto de dar o bote, o velho cachorro exclama bem alto: – Cara, este leopardo estava delicioso ! Será que há outros por aí ?
Ouvindo isso, o jovem leopardo, com um arrepio de terror, suspende seu ataque, já quase começado, e se esgueira na direção das árvores.

– Caramba! pensa o leopardo, essa foi por pouco ! O velho vira-lata quase me pega!

Um macaco, numa árvore ali perto, viu toda a cena e logo imaginou como fazer bom uso do que vira: em troca de proteção para si, informaria ao predador que o vira-lata não havia comido leopardo algum….
E assim foi, rápido, em direção ao leopardo. Mas o velho cachorro o vê correndo na direção do predador em grande velocidade, e pensa:

-Aí tem coisa!

O macaco logo alcança o felino, cochicha-lhe o que interessa e faz um acordo com o leopardo.
O jovem leopardo fica furioso por ter sido feito de bobo, e diz: -‘Aí, macaco! Suba nas minhas costas para você ver o que acontece com aquele cachorro abusado!’
Agora, o velho cachorro vê um leopardo furioso, vindo em sua direção, com um macaco nas costas, e pensa:

-E agora, o que é que eu posso fazer ?

Mas, em vez de correr ( sabe que suas pernas doídas não o levariam longe……) o cachorro senta, mais uma vez dando costas aos agressores, e fazendo de conta que ainda não os viu, e quando estavam perto o bastante para ouvi-lo, o velho cão diz:

-‘Cadê o safado daquele macaco? Tô morrendo de fome! Ele disse que ia trazer outro leopardo para mim e  não chega nunca! ‘

Moral da história: não mexa com cachorro velho… idade e habilidade se sobrepõem à juventude e intriga.

Sabedoria só vem com idade e experiência.