Sentimentos, preconceito, inveja… hunf.

Existem Pessoas e pessoas… Não sei pq me chateia tanto. não sei se a falta de educação ou a falta de consideração.
Eu devo ser um tolo por achar que valores se formam em pequenas coisas como amizades, aventuras, parentesco. Não sei mais.
Não sou igual… Não tenho igual… e até penso diferente demais sobre determinados assuntos… Mas isso nunca impediu que fossem formados laços verdadeiros até mesmo com quem não mereça. Mas acabo sempre me chateando no final. MESMO curtindo demais…

Antes eu queria estar ali sempre junto e por um processo natural a coisa vai esfriando, por vários motivos… mas o que realmente não entendo é pq a distancia trás a tona comentários desnecessários e ainda mais pelas costas… mas a vida é assim, quem sou eu para achar que poderia ser diferente comigo. Sigo meus ideais e apenas eles. Não venho aqui ser melhor ou pior ou diferente, nem mesmo querer ser diferente, pois já sou e se for mais terão mais motivos para me chatearem com comentários que não precisavam nem mesmo pensar quanto mais falarem, com suas noções erradas e anti-motivadoras.

O Tabu está aew, formado por sexo, histórias e até mesmo ações antigas de conceitos antigos. O preconceito nasceu do tabú, e sinto que sou vítima do preconceito. Alguns chamam o que sofro de dor de cotovelo dos outros, eu acho que eu tb tenho um pouco, mesmo minha inveja sendo controlada e sadia, mas não aceito a falta de consideração quando não é recíproca, mas deveria ser.

Anúncios

Trilha Sudeste Médio e Longo 18/07/2010

Fotos da Trilha feito com o pessoal da Tribo do Pedal Selvagem nesse ultimo final de semana. Fera demais o pessoal e a trilha.

http://picasaweb.google.com/fns.leocastilho/TrilhaSudesteMedioTPS18_07_2010#

Aqui segue o vídeo feito pelo Zé Fevereiro

Uma pena que para colocar imagem tem de ser uma a uma aqui no Blog, senão colocava tudo de uma vez aqui mesmo… vm´s esperar esse recurso. Enquanto isso deixei aberto o perfil do picasa para verem as trilhas e pescarias.

Voltei a treinar – Treino dia 01/12/2009

Quem acompanha o twitter, o facebook, é meu amigo no Msn e ainda,  se treina comigo, sabe que fiquei um tempo sem treinar. Estou com o joelho zuado desde um pedal que fiz na Estrada da Petrobrás, que vai de Salesópolis, interior paulista, até Caraguatatuba. Além de ser a única serra que vc mais sobe do que desce, são 78km de trilha, onde apenas desce 12km, o lugar é muito bonito e é uma trilha onde se pode encontrar de tudo pela frente: cachoeiras, estradões, single tracks, subidas intermináveis, descidas rápidas, descidas técnicas e perigosas, buracos, pedras, erosões, limo. Em suma, muito bom.

mas voltando ao meu treino. Parei porque além de não poder treinar perna, estava trabalhando todos os dias até mais tarde. Comecei a atender um cliente que não tem muito horário, e até prefiro que seja assim, pois meu trabalho rende mais a noite, além de ser mais tranquilo.

Ao total fiquei 12 dias sem treinar, pois parei na quinta-feira que antecedia o feriado do dia 20 de novembro. Pois nesse dia viajei para Bertioga, onde apenas fiz algumas corridinhas e brinquei de bola com o pessoal e minha filha.

Voltei bem. Mas voltei diferente. Vou fazer agora um músculo por dia. Ontem comecei com Ombros. Continuo no esquema de fazer Trapézio e Abdominais (ABS como vou chamar sempre) revezando em todos os dias da semana. Uma semana faço abs seg, quarta e sexta e trapézio terça e quinta e na outra inverto a ordem. Ou nem inverto… hehehe.

Ontem meu treino foi assim:

Ombros:
Desenvolvimento de ombros com halteres
Elvação lateral na polia+elevação lateral com halteres concentrado
Elevação frontal concentrado
Pegdeck invertido aberto

Trapézio
Elevação de ombros na polia+trapézio na polia (frente) + trapézio barra fixa (atrás)

Fisio
Extensora com isometria
Flexora com isometria
Adultora com isometria
Abdultora com isometria
Gemeos com Isometria

No final do treino ainda mandei de aero 7,3 minutos de corrida na esteira a 7.5km/h.

Voltei bem, voltei forte e disposto. E já estou tomando o anti-inflamatório para o joelho. Afinal quero voltar o quanto antes à pedalar, pois estou até de com dó de ver minha oldbike encostada lá em casa.

Reinventando a bike

Bike dobrável está aew e é ruim de pedalar, mas esse protótipo merece atenção.

Tem muito designer inventando bicicletas urbanas modernosas e dobráveis. Mas um mexicano foi além e dobrou até a roda. Victor M. Aleman decidiu que o transporte da bike deveria ocupar o menor espaço possível. E isso usando uma bike com rodas de aros grandes. A maioria das bikes urbanas dobráveis usa rodinhas pequenas para facilitar o transporte quando dobradas. Mas uma roda pequena tem várias desvantagens para pedalar. A solução foi dobrar a roda. Na versão de Victor, a roda se divide em vários pedaços que desmontados ocupam bem pouco espaço. Veja nas fotos a baixo.

Dicas de segurança para Ciclistas

Mais de 40% de todos os acidentes de bicicleta envolvem uma colisão com outro veículo como um carro, um ônibus ou um caminhão.

Na maioria das vezes, os condutores de outros veículos, não vêem claramente os ciclistas na estrada e no processo, inadvertidamente batem. Alguns cenários comuns onde veículos atingem uma bicicleta são as seguintes:

  • Um carro, caminhão ou ônibus fez uma curva à esquerda na frente da bicicleta ou de repente invadiu o caminho tomado pela bicicleta.
  • Um veículo ultrapassa uma bicicleta e não dá espaço suficiente (1,5m) à bicicleta para passar com segurança e provoca a queda do ciclista.
  • O condutor do outro veículo se recusa a ceder o direito de passagem para a bicicleta.
  • O veículo, de repente entra na entrada de uma garagem.
  • Um motorista em excesso de velocidade ou embriagado podem não notar uma bicicleta e é tarde demais para reagir. Vale também para ciclistas, que provavelmente não vão estar em alta velocidade de bike, mas com certeza irão fazer besteira estando bêbados pedalando.

Outros tipos de acidentes de bicicleta são simples acidentes onde nenhum outro veículo envolvido. Alguns cenários comuns que levam a um único acidente de bicicleta-crash são as seguintes:

  • Um defeito na estrada como buracos e estradas irregulares podem fazer um ciclista perder o controle da bicicleta.
  • Condições climáticas como chuva, nevoeiro, neblina e neve pode causar baixa visibilidade e estradas escorregadias.
  • restos na estrada como pregos e parafusos podem perfurar os pneus da bicicleta, enquanto a areia na estrada pode torná-la escorregadia o suficiente para causar uma queda da bicicleta.
  • Para evitar acidentes de bicicleta, ciclistas são aconselhados a seguir as seguintes orientações:
  • obedecer à lei.
  • Use um capacete. 95 por cento de vítimas mortais em acidentes de bicicleta são causados por ferimentos na cabeça e cérebro.
  • Use cores brilhantes, este pode aumentar a sua visibilidade, especialmente à noite.
  • Utilize dispositivos de iluminação nas bicicletas. Ter luzes de cabeça (e/ou frente) e traseiras para aumentar a sua visibilidade para os motoristas.
  • Manter sempre uma distância de pelo menos 1 metro de meio-fio e outros veículos.
  • Pedalar com o tráfego. Alguns ciclistas acreditam que pedalar contra o tráfico é mais seguro, pois eles podem ver os veículos que se aproximam. Isso pode ser verdade, mas do outro lado isto não acontece. O ciclista pode ver o tráfego chegando, mas o tráfego próximo não pôde ver o ciclista. É melhor ser visto, pois o carro é o mais forte e o motorista é quem deve evitar bater no ciclista. E para isso ele precisa ver o ciclista.

No caso de um acidente de bicicleta, um ciclista pode seguir as seguintes dicas:

  • Obtenha ajuda médica – Cabeça e lesões cerebrais podem não ser sentidas imediatamente após o acidente, é sempre uma boa idéia examinar a vítima após um acidente para descobrir lesões ocultas.
  • B.O com a polícia – Mesmo que a vítima tenha sofrido ferimentos menores, a polícia ainda deve ser avisada e uma cópia do relatório de acidente obtida. Ela realmente vai ajudar na constatação de ferimento pessoal e ajudar a pedir o seguro obrigatório.
  • Reúna evidências – tomar conhecimento de todas as informações do acidente e tirar fotos da cena.
  • Converse com um advogado – Um advogado deve ser capaz de ajudar em qualquer ação judicial contra o devedor e sua companhia de seguros.

Bom pedal.

Bike automática

Uma bike para quem só quer saber do prazer de pedalar e com muita facilidade. Basta montar e pedalar com facilidade.

Com o aumento do uso da bike em cidades, nada melhor do que uma magrela que faz tudo sozinho, inclusive trocar as marchas. Essa bike da Trek tem um trocador realmente automático. Realmente, porque ele funciona eletricamente.

O sistema é  o Shimano Coasting. São três marchas que são trocadas automaticamente dependendo da necessidade. O trocador é alimentado por um dínamo que fica no cubo dianteiro e ao ciclista basta pedalar e de maneira muito suave. Tão suave que o freio é controlado pelo pedal também. Pedale devagar e ela reduz, pare de pedalar e ela freia.

Para completar, o selim tem mais cara de banco de moto, pois além de ser super-confortável, tem um compartimento para carteira e celular.

E para ciclista folgado nenhum botar defeito, o pneum já vem com os sistema autoselante para não ser furado por cacos de vidros e preguinhos da rua. Como diz o slogan da Trek é pegar e ir.

A bike vem em dois modelos Lime e Lime Lite. Entrem  no site e confiram

Matéria retirada do site http://www.ondepedalar.com.br.