O barbeiro e os politicos

O BARBEIRO

Certo dia um florista foi ao barbeiro para cortar seu cabelo.
Após o corte perguntou ao barbeiro o valor do serviço e o barbeiro respondeu:
– Não posso aceitar seu dinheiro porque estou prestando serviço comunitário essa semana.

O florista ficou feliz e foi embora. No dia seguinte, ao abrir a barbearia, havia um buquê com uma dúzia de rosas na porta e uma nota de agradecimento do florista.

Mais tarde no mesmo dia veio um padeiro para cortar o cabelo. Após o corte, ao pagar, o barbeiro disse:
– Não posso aceitar seu dinheiro porque estou prestando serviço comunitário essa semana.

O padeiro ficou feliz e foi embora. No dia seguinte, ao abrir a barbearia, havia um cesto com pães e doces na porta e uma nota de agradecimento do padeiro.

Naquele terceiro dia veio um deputado para um corte de cabelo.

Novamente, ao pedir para pagar, o barbeiro disse:
– Não posso aceitar seu dinheiro porque estou prestando serviço comunitário essa semana.

O deputado ficou feliz e foi embora.

No dia seguinte, quando o barbeiro veio abrir sua barbearia, havia uma dúzia de deputados fazendo fila para cortar cabelo.

Essa história ilustra bem a grande diferença entre os cidadãos do nosso país e os políticos que o administram.

POLÍTICOS E FRALDAS DEVEM SER TROCADOS COM FREQÜÊNCIA PELO MESMO MOTIVO!

(frase atribuida a Eça de Queiroz)

 

Políticos errados ?

OS BRASILEIROS RECLAMAM DE QUÊ?…

Os Brasileiros. ..
– Falam no celular enquanto dirigem;
– Trafegam pela direita nos acostamentos num congestionamento;
– Param em filas duplas, triplas em frente às escolas;
– Saqueiam cargas de veículos acidentados nas estradas;
– Estacionam nas calçadas, muitas vezes exatamente debaixo de placas de proibição;
– Estacionam em vagas exclusivas para deficientes ou idosos;
– Subornam ou tentam subornar quando são pegos cometendo infração;
– Violam a lei do silêncio;
– Dirigem após consumirem bebida alcoólica;
– Furam filas nos bancos, utilizando-se das mais esfarrapadas desculpas;
– Espalham mesas e churrasqueiras nas calçadas;
– Pegam atestados médicos sem estar doentes, só para faltar ao trabalho;
– Fazem gato de luz, de água, TV a cabo e banda-larga;
– Registram imóveis no cartório num valor abaixo do comprado, muitas vezes irrisórios, só para pagar menos impostos;
– Compram recibos para abatê-los na declaração do imposto de renda;
– Mudam a cor da pele para ingressar na universidade através do sistema de cotas;
– Quando viajam a serviço pela empresa, se o almoço custou 10 pede nota de 20;
– Comercializam objetos doados nessas campanhas de catástrofes;
– Adulteram o velocímetro do carro para vendê-lo como se fosse pouco rodado;
– Compram produtos piratas com a plena consciência de que são piratas;
– Substituem o catalisador do carro por um que só tem a casca…
– Diminuem a idade do filho para que este passe por baixo da roleta do ônibus, sem pagar passagem;
– Emplacam o carro fora do seu domicílio para pagar menos IPVA;
– Freqüentam os caça-níqueis e fazem uma fezinha no jogo de bicho;
– Levam das empresas onde trabalham, pequenos objetos como clipes,
envelopes, canetas, lápis… como se isso não fosse furto;
– Comercializam os vales transportes e vale refeição que recebem das empresas onde trabalham;
– Falsificam tudo, tudo mesmo… só não falsificam aquilo que ainda não foi inventado…
– Quando voltam do exterior, nunca falam a verdade quando o policial pergunta o que trazem na bagagem…
– Quando encontram algum objeto perdido, a maioria não devolve;
– etc., etc., etc…

E querem que os políticos sejam honestos???
Estes políticos que aí estão não são estrangeiros. . Saíram do meio desse mesmo povo. E esse mesmo povo os elegeu…

Nós todos precisamos mudar, urgentemente! … Estamos em ano de eleições!!!

Envergonhado

Ontem, segunda-feira, dia 30 de Novembro. Acordei com vergonha de ser corintiano. Hoje 01 de Dezembro. Acordei com vergonha de ser brasileiro. E não para menos. No domingo passado, a equipe em que escolhi desde pequeno para torcer, na qual fui por diversas vezes, ainda quando moço, assistir nos estádios, chorei, sorri e gritei feito louco por eles, além de ver o lob da CBF para fazer uma equipe carioca ser campeão do Campeonato Brasileiro, além de ver o juiz meter a mão, além dever outro lob para o Fluzão não ser rebaixado, além de ter abandonado a oportunidade de ser campeão do Brasileirão e fechar o ano de 2009 com 3 vitórias em campeonatos brazucas, além do Ronaldo sofrer mais contusões que eu nos meus treinos, que mesmo sem acompanhamento de treinadores, médicos, personals e sem a falta de anos de treino em equipes grandes e com todo acompanhamento possível que o dinheiro possa pagar, ainda não sofro tanto com trombadas bobas e normais do jogo que o mesmo escolheu como trabalho. Além de tudo isso minha equipe do coração ainda entregou o jogo para o mengão. Não porque eles mereciam ou rolou mala preta, branca ou sei lá que cor. Mas porque com a vitória do mesmo e os bambis (leia-se: time que ganhou estádio do governo e investimentos aos milhões do mesmo) perdendo o seu jogo eles seriam os novos líderes do campeonato, usufruindo do lob generalizado da imprensa e da CBF para que o mesmo chegasse a esse pronto, e agora é o mais forte candidato a ganhar o caneco.

SE isso já não bastasse, ainda temos alguns vídeos de políticos bonzinhos que não fizeram nada de errado. Apenas receberam dinheiro para campanha. Que não é crime. Claro que não. Crime é fazer caixa 2, receber mesadas, não declarar dinheiro que apareceu em cuecas, meias e sabe-se lá que mais peças de roupas que podem esconder dinheiro. Crime é achar que nossos políticos que apareceram orando a Deus agradecendo as benções recebidas (leia-se: dinheiro sonegado ou “doado” por empresários), são corruptos. Crime é achar que o PT deveria expulsar os políticos envolvidos no esquema no Marcos Valério. Crime então é querer que o DEM, partido novinho em folha e cheio de boas intenções, vá demitir os envolvidos nas filmagens. Isso sim é um crime. Mas crime maior é ver nosso presidente lá em terras lousitanas dizer que as imagens não provam nada. Como foi mesmo que o analfabetobêbadobemarruamdo disse ?: “A imagem não fala por si. O que fala por si é todo o processo de apuração, é todo o processo de investigação. Quando tiver toda a apuração e investigação terminadas, a Polícia Federal vai ter que apresentar o resultado final do processo. Aí você pode fazer juízo de valor e mesmo assim quem vai fazer é a Justiça”.

É,  eu me envergonho de ser Brasileiro, de ser corintiano e de ter esse blog que qs ninguém lê para dizer essas coisas. Dizer que um dia espero que as leis mudem, e que de alguma forma essas pessoas paguem com seus bens pessoais, que nem deles são, pois fui eu, vc e todos aqueles que contribuem e pagam seus impostos, que pagam essa sujeirada toda. Onde se viu ter mais de 80 mil cargos comissionados para delegar em um governo de 4 anos ? “Que país é esse ?” Já dizia a música que tanto fez eu pular e suar na minha adolescência. Isso é Brasil e hoje eu me envergonho dele.